pexels-photo-89524

Você tem todas as razões para deixar de ser trouxa e cuidar da sua saúde, papai!

E aí chega o Novembro Azul e bate aquela angústia. Estamos (bem) acima do peso, a correria sedentária do escritório nos fez parar com as atividades físicas e a dieta já esteve bem melhor.

Não temos tempo para nos cuidar até o dia em que a vida se encher da gente e tirar o tempo que nos restava.

E aí damos de cara com nossos maiores amores, sedentos da nossa atenção, afeto e carinho. Duas alternativas: ou explicamos para eles que o papai é um trouxa e que a qualquer momento pode acontecer algo ruim com ele ou encaramos a realidade: precisamos cuidar da nossa saúde para poder amar quem nos ama.

Eu entendo que muitos pais não fazem exames de rotina, não cuidam da alimentação, nem levantam um ferro porque, afinal de contas, nenhum “super herói” precisa dessas coisas de homens terrenos.

Depois de muito pensar, cheguei a conclusão do porquê de não nos cuidarmos. Vejam bem, se passarmos a fazer visitas regulares ao médico, se fizermos exames periódicos, se adotarmos uma dieta adequada, estamos dolorosamente admitindo que não somos imbatíveis, indestrutíveis, infalíveis como queremos que nossos filhos acreditem que somos.

Um pai falha e pode falhar para sempre se não se cuidar.

A postura correta deveria ser: porque te amo, meu filho, vou me amar e me cuidar. É isso que estou propondo aqui, que a gente consiga olhar além dos olhos criativos dos nossos filhotes e aceitar nossas limitações. E partir na busca por minimizá-las.

A estatística confirma: os homens não se cuidam como a mulher. Pergunte para o seu pai, qual foi a última vez em que ele botou os pés num consultório médico. Surpreenda-se.

Para piorar tudo, mexeram com a nossa masculinidade e inventaram esse exame do toque. Mas é só aos 50, e antes disso, que desculpa estamos usando para ignorar nossa saúde?

Estou aqui na frente desse computador tentando achar as minhas desculpas, e, depois de um certo tempo, nenhuma mais faz sentido para mim.

Em alguns momentos de piração no passado, pensava quão horrível seria não conviver diariamente com meus filhos caso eu levasse um pé na bunda da minha mulher. Ficava triste, ai que horror, etc e tal. Agora me expliquem porque nunca me passou pela cabeça como seria a vida deles se eu não estiver aqui porque não tirei 20ml de sangue para um exame ou não continuei meu bendito pilates!

Chega. Não tem “tarde demais”. A hora é agora enquanto ainda estamos aqui.

Filhos, amo tanto vocês que até vou cuidar de mim.

 

 

2 comentários em “Você tem todas as razões para deixar de ser trouxa e cuidar da sua saúde, papai!

  1. Boa! Esse estalo eu tive quando ficamos grávidos, me adiantei.
    Já cultivava a prática de alguns esportes como forma de manter a energia alta para os desafios do trabalho. O primeiro ano da minha filha exigiu bastante e pratiquei bem menos, retomando recentemente a prática mais frequente novamente.
    Não só para estarmos com nossos filhos por ainda muitos anos (acho que “só” não se aplica à esta frase), mas também para podermos dedicar a energia que eles demandam, que a esposa demanda, que a casa demanda, e, claro, que o trabalho exige.
    Assino embaixo deste texto e incentivo sempre aos amigos procurarem uma prática que lhes traga prazer e suor. A superação nas nossas atividades contribui não só para um corpo sadio, mas também para uma mente mais forte, mais confiante, mais preparada para qualquer desafio.

Deixe uma resposta