43705677_2173201869588975_573284787196788736_n

Gianluca, tu é melhor do que eu

[ Texto em comemoração ao 13º aniversário do Gianluca]

 

Estávamos numa casa branca, janelas azuis, uma única árvore no pátio, a poucas quadras do mar, na nossa praia preferida em Florianópolis.

Ríamos de nervosos. Começaríamos a tentar uma gravidez no final do ano. Recém era janeiro e as duas barras vermelhas do exame de farmácia quebraram qualquer planejamento.

Nosso riso incrédulo se misturava ao silêncio da praia pequena com poucos habitantes e nenhum turista. Era a ficha caindo. Fomos para a beira do mar e ali ficamos por algum tempo. O necessário para eu começar a falar contigo na barriga da tua mãe.

Uma hora atrás eras um resultado de exame. Agora já batíamos papo. Não lembro de ter presenciado o nascimento de uma amizade tão sólida em tão pouco tempo.

Vou pular, aqui, o relato dos últimos 13 anos.

Mas preciso dizer que só me surpreendo. Gianluca, o papai, como me chamas (ao invés do insosso “pai”) só tem motivos para se orgulhar de ti.

Todos sonham em ter filhos como tu. Mas eu tenho. Teus verdes olhos profundos me lembram o que há de melhor na tua mãe. Teu sorriso farto e generoso me trazem para um mundo mais puro e sereno como o mar-lagoa de Florianópolis no dia da descoberta da tua existência.

Tu é melhor do que eu. E isso me enche tanto de orgulho que nem sei. Não consigo te explicar essa sensação. Orgulho não se explica. Só se sente.

Um dia tu vai ter um filho e vais ser capaz de entender o tamanho desse meu sentimento.

Não cabe no peito, não cabe em lugar algum. Mas sinto no corpo inteiro. Inteirinho preenchido de amor por ti.

E tenho pressa em te dizer isso tudo porque semana passada estavas aprendendo recém a escrever teu nome e na retrasada, tua bicicleta tinha rodinhas.

Provavelmente no mês que vem vou chorar na tua formatura e querer palpitar na educação do meu neto.

Não importa. Se passar tão rápido ou mesmo devagar, quero é estar perto de ti. E principalmente, quero que me queiras ao teu lado.

Ass: Papai

13/10/2018

Deixe uma resposta